O que é criptografia e VPN?

A criptografia e VPN são usados para proteger os dados que trafegam pela internet. Entenda mais sobre eles e como podem ajudar na segurança.

Para conseguir acessar a internet em segurança é preciso utilizar alguns recursos que protegem a sua identidade e até mesmo permite que visualize conteúdos disponíveis apenas para outras localidades. Buscando entender um pouco mais sobre o assunto, não é raro surgiram questionamento sobre o que é criptografia e VPN. Para tirar essa sua dúvida, separamos uma breve explicação sobre o tema.

O que é criptografia e VPN?

Primeiro é preciso entender que são coisas distintas, apesar de serem usadas em conjunto para aumentar a segurança. Provavelmente, já ouviu falar que alguém foi hackeado e que as mensagens do e-mail, aplicativo de mensagens e outras foram lidas pelos invasores. Isso acontece porque não existe uma segurança reforçada quando se realiza a conversa, dessa forma é possível invadir e ler todo o conteúdo. Já a criptografia visa dificultar essa ação, ela faz com que a mensagem transmitida seja recebida em segurança, assim somente o destinatário saberá sobre o seu conteúdo. Para que entenda melhor a criptografia vai funcionar como um misturador, ela pegará todo o conteúdo e deixará ele bastante bagunçado, como um código que não se consegue entender.

Se alguém interceptar indevidamente não saberá o que quer dizer. Somente a pessoa que receber a mensagem é que poderá entender o que está escrito, pois, ela será descriptografada apenas para o destinatário. Para que se possa criptografar e descriptografar uma mensagem é preciso possui uma chave, essa é virtual e enviada automaticamente ao remetente e destinatário, não sendo preciso realizar nenhum processo manual para isso. Já o VPN – Virtual Private Network (Rede Privada Virtual) é uma rede particular que será criada dentro da rede pública. Apesar de parecer confuso, ela pode ser explicada da maneira simples. Imagine que a internet é a rede pública e que uma pessoa que trabalha em casa precisa se conectar com o escritório sem ter o risco das informações serem rackeadas. Ela usará o VPN para criar um túnel virtual para conectar os dois pontos, dessa forma ninguém conseguirá entrar a não ser que esteja no ponto de entrada ou de saída ele.

Para que o VPN fique ainda mais seguro, se alguém tentar saber o que está sendo enviado para um servidor VPN não terá como, será possível apenas determinar que os dados são enviados para um VPN seguro, porém, o seu conteúdo e destino ficam ocultos. Isso acontece porque dentro da Rede Virtual Privada é usada a criptografia, assim se tem uma proteção a mais, as mensagens além de estarem trafegando em uma via segura são indecifráveis. É claro que existem diferentes níveis de criptografia e tipos de VPN, alguns utilizam um padrão mais avançado, mas, no fim o objetivo é sempre o mesmo. Dentre os tipos de VPN existentes podemos citar o IPSec (IP Security), SSL/TLS, OpenVPN, PPTP (Point-to-Point Tunneling Protocol), L2TP (Layer 2 Tunneling Protocol) entre outros e cada um possui uma forma de funcionamento.

Já em relação à criptografia as mais comuns são a criptografia simétrica e a criptografia assimétrica. Os padrões usados na criptografia VPN podem ser AES com chaves de 256 bits, SSL de 256 bits ou algum outro.

Qual a vantagem de usar o VPN?

A grande vantagem é a segurança que oferece por ter uma meio de proteger os dados que trafegam na rede. Dentro desse aspecto é possível destacar alguns pontos como:

  • Garantir o controle de acesso de pessoas não autorizadas ao usar chaves para realizar os bloqueios
  • Atua com o não repúdio impedindo que qualquer envolvido em uma ação negue a sua participação ou encontre alguma maneira de fazer isso
  • Garante a disponibilidade dos dados sempre que necessário para que sejam acessados
  • Verifica quem pode ou não receber ou realizar uma determinada ação e ajuda a impor restrições
  • Garante que não haja alteração dos dados durante o tráfego

funcionamento vpn

Como escolher um VPN?

Para escolher um VPN a primeira coisa a verificar á a sua necessidade. É possível que a utilização seja pessoal, por exemplo para conectar um computador a outro ou apenas camuflar a localização para acessar dados não disponíveis no seu país. Pode ser que se trata de uma empresa que conecta diferentes computadores em pontos distintos e nesse caso haverá necessidade de uma verificação melhor de usuários. Para que se escolha a melhor VPN é preciso ter um pouco mais de conhecimento sobre o assunto e o funcionamento desse recurso, pois, assim se consegue escolher o tipo de VPN adequado a necessidade. Além disso, é preciso analisar o tipo de criptografia e segurança que o provedor do serviço oferece.

Estarei seguro usando a criptografia e VPN?

A ideia da criptografia e do VPN é realmente proteger os dados que estão sendo enviados e decodificar de forma indevida eles é um pouco difícil. Por exemplo, se for usada uma criptografia AES-128, significa que o comprimento da chave é de 2elevado a 128. Isso significa que mesmo os computadores mais potentes teriam muita dificuldade em violar a chave devido ao seu tamanho. Além disso, como as mensagens são enviadas e saem de um servidor VPN fica difícil saber a localização de quem está utilizando a rede, pois, essa pode ser alterada apenas virtualmente. Isso inviabiliza localizar a pessoa e a intercepção dos dados se torna mais difícil.

Quando se escolher um bom protocolo de VPN e se garante a proteção necessária é possível conseguir a segurança que se deseja. Uma prova disso é que cada vez mais empresas estão utilizando a criptografia e VPN para garantirem a proteção dos seus dados entre filiais e prestadores de serviço externo. Para completar a criptografia e VPN possuem um baixo custo e oferecem confiabilidade no tráfego de dados.